#3: Controle de Pressão Inadequado

#3: Controle de Pressão Inadequado

Este é o ladrão de quilometragem #3 dos seus pneus. Você sabia que a pressão do ar inadequada nos pneus faz com que o consumo de combustível aumente? Sem dúvidas, este é o mais grave de todos os ladrões de km, pois além de aumentar exageradamente  o consumo da borracha e prejudicar a performance, este ladrão mata a carcaça, trazendo assim um prejuízo duplo.

Quando calibrado corretamente, o veículo gasta menos, gerando uma economia importante e efetiva para os motoristas. Outra questão que reflete diretamente de forma econômica é a durabilidade dos pneus. Quando utilizado com baixa pressão, o pneu sofre um desgaste maior das laterais da banda de rolagem, reduzindo a sua vida útil e fazendo com que as trocas sejam mais frequentes.

Olhando não apenas pelo lado da economia, manter os pneus calibrados de forma correta também é uma questão de segurança. A pressão inadequada pode torna-los mais macios e, com isso, deixar o carro instável e vulnerável a obstáculos e buracos, a direção comprometida e o pneu suscetível a cortes e pancadas. Além disso, os pneus precisam estar bem calibrados para evitar riscos de aquaplanagem em dias chuvosos.

Como veículos de carga equipam uma grande quantidade de pneus (entre 6 a até 26 pneus), motoristas e frotistas costumam deixar de realizar a verificação da calibragem com a periodicidade necessária, que seria ao menos uma vez por semana. O resultado é uma perda de mais 25% na quilometragem.

Como saber qual é a pressão correta dos pneus?

A pressão correta varia de acordo com o tipo de pneu e modelo do veículo. Todo fabricante deve informar aos consumidores qual é a pressão ideal dos pneus.

Geralmente, há um selo com esta informação no próprio veículo.

Indica-se que é necessário conferir a pressão no mínimo uma vez a cada 15 dias ou antes de pegar a estrada. Porém, o mais indicado é que o proprietário faça a calibragem dos pneus semanalmente.

Se o veículo estiver muito carregado – com sobrepeso de bagagens, por exemplo -, é possível que o fabricante determine o aumento da pressão dos pneus. Sempre faça a aferição e calibragem dos pneus quando estes ainda estiverem frios, ou quando o carro ainda não entrou em movimento de trabalho, pois desta forma diminui-se o risco de explosão do pneu. O equipamento aferidor de pressão deve ser manuseado com bastante cuidado, sem ser jogado ao chão, pois perde sua precisão e a leitura se torna então falsa.

Dica da JM Pneus! Deve-se colocar um alongador nas válvulas dos pneus internos, pois muitas vezes há certa dificuldade para acessá-las. Mantenha sempre em todas as válvulas as tampinhas bem atarraxadas, para proteger o núcleo contra a água e a sujeira que geralmente vai trazer ferrugem e quebra desta peça, fazendo com que o pneu perca muita pressão de forma contínua.

A JM Pneus é um centro BTS (Bandag Truck Service), onde você encontra todos os serviços que precisa para não deixar a sua segurança de lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quero receber novidades do Blog da JM Pneus em meu e-mail
x