CNT lança painel sobre os acidentes rodoviários nas estradas federais

CNT lança painel sobre os acidentes rodoviários nas estradas federais

Pelo menos 14 pessoas morrem todos os dias nas rodovias federais brasileiras, em cerca de 190 acidentes com vítimas. As ocorrências geram custos sociais e econômicos. A Confederação Nacional do Transporte disponibiliza o Painel CNT de Consultas Dinâmicas de Acidentes Rodoviários, com possibilidades diversas de consultas sobre acidentes no Brasil – nas diferentes regiões e Unidades Federativas. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal e se referem às ocorrências entre 2007 e 2018.

A cada dia, o Brasil registra 14 mortes e 190 acidentes nas rodovias federais. Somente em 2018, foram 69.206 acidentes, sendo 53.963 com vítimas. Esses acidentes resultaram em 5.269 mortes no ano. Nos 12 anos analisados pela CNT, o Brasil teve 1,7 milhão de acidentes nas rodovias federais, sendo 751,7 mil com vítimas e 88,7 mil mortes.

As BRs campeãs em número de acidentes são a 101 e a 116, com 8.896 e 7.524 registros em 2018, respectivamente. Se forem consideradas as mortes, essas duas rodovias também permanecem nos primeiros lugares (BR-116 com 649, e BR-101 com 615). O estado que mais registrou óbitos nas rodovias federais em 2018, em números absolutos, foi Minas Gerais, com 7.214 ocorrências e 693 vítimas fatais.

Junto ao Painel, a CNT lança o estudo Acidentes Rodoviários com Caminhões. Em 2018, foram 12.631 acidentes com vítimas envolvendo caminhões. A maior parte das ocorrências nas rodovias federais brasileiras tem a presença de automóveis (64,6%), seguido de motos (44,4%) e de caminhões (23,4%).

 

Principais dados

  • O Brasil registra 14 mortes nas rodovias federais a cada dia
  • São 82 acidentes com vítimas a cada 100 km de rodovia federal no Brasil
  • As BRs 116 e 101 são as que mais matam no Brasil
  • Colisão é o tipo mais comum de acidentes com vítimas no Brasil
  • Sudeste e Sul concentram os maiores índices de acidentes com vítimas
  • As rodovias do Nordeste são as que mais matam no Brasil
  • Nordeste, Norte e Centro-Oeste registram acidentes mais graves
  • Minas Gerais é campeã em número de mortes e de acidentes nas rodovias federais
  • Minas Gerais também está à frente do ranking de custos com acidente
  • DF registra quatro vezes mais acidentes do que a média nacional
  • Maranhão, Amazonas, Alagoas, Tocantins, e Bahia registram os acidentes mais graves
  • As rodovias do Paraná concentram mais mortes de ciclistas
  • A maior parte das mortes por atropelamento também ocorre no Paraná
  • Nordeste é a região com maior número de mortes de motociclistas
  • Goiás concentra 40% dos acidentes com motos nas rodovias federais do Centro-Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: